Alimentação no inverno – Daniela Lima

 

A naturopata e enfermeira Daniela Lima é a mais recente “Autora convidada” Dente de Leão, tendo aceitado com simpatia contribuir com o seu conhecimento para o projeto.

A colaborar atualmente com a empresa Em Família, em Braga, a Daniela aconselha-nos hoje sobre os melhores alimentos para ultrapassar os dias frios de inverno.

Com a chegada do inverno e do tempo frio, chegam também as indesejáveis gripes e constipações, uma das principais causas das faltas à escola e ao trabalho nesta altura do ano.

O nosso sistema imunitário fica mais fragilizado, sendo necessário tomar algumas medidas preventivas para aumentar a capacidade de resposta do organismo a agressões externas.

Uma alimentação equilibrada e orientada para o reforço do sistema imunitário vai aumentar as suas defesas e diminuir o risco de ficar em casa com uma desagradável gripe ou constipação.

Fica aqui a lista de alguns alimentos que devemos inserir na nossa alimentação, nesta época do ano, bem como alguns alimentos a evitar.

 Devemos ingerir alimentos riscos em:

 Vitamina A

*Abóbora, manga, cenoura, brócolos, espinafre, agrião, couve e tomate.

A cenoura é rica em vitamina A, indicada para prevenir e ajudar a curar episódios de gripes e constipações.

Vitamina C

*Laranja, kiwi, acerola, maracujá e tangerina, abacaxi e morango.

A Vitamina C merece um destaque especial, já que contribui para o fortalecimento do sistema imunitário.

Ômega 3

*Linhaça, castanhas, amêndoas, peixes, azeite.

Infelizmente o ômega 3 não é produzido pelo nosso organismo. Por este motivo deve ser incluído na dieta. A sua principal função contra as doenças é o poder anti-inflamatório.

 O recomendável é consumir uma porção de peixe duas ou três vezes por semana. Já a linhaça, pode ser consumida diariamente sob a forma de semente triturada.

Probióticos

*Leites fermentados, iogurte com lactobacilos.

Os probióticos são microrganismos vivos que se consumidos em quantidades adequadas são benéficos para a saúde do individuo. Dessa forma a utilização de probióticos estimula a proliferação de bactérias benéficas reforçando os mecanismos naturais de defesa do organismo.

Vegetais, em especial com folhas verdes escuras

Estes alimentos são uma excelente fonte de ácido fólico, ajudando a fortalecer o sistema imunológico.

Alho

O alho é muito eficaz quando se trata de fortalecer o sistema imunológico.

Sem contar que o alho também tem um outro ponto positivo: é antitússico. Isso quer dizer que  pode ser usado para acalmar a tosse e combater alguns sintomas de doenças crónicas do aparelho respiratório.

Vitaminas do complexo B

Aumentam a imunidade do organismo. Podemos encontrar essas substâncias nas lentilhas, arroz integral, gengibre, gérmen de trigo, banana, verduras, abacate, galinha, gema de ovo e nozes.

Zinco

Mineral muito importante para o sistema de defesa já que faz parte de enzimas antioxidantes e sua deficiência resulta em diversas doenças imunológicas.

É possível encontrar zinco nas carnes, aves e feijões.

Selênio

Este mineral apresenta grande capacidade antioxidante, neutralizando a ação dos radicais livres no nosso corpo, além de ajudar na defesa antioxidante, afastando cada vez mais a gripe.  Pode encontrar uma considerável fonte deste mineral na castanha-do-pará. Melhora o humor e os estados depressivos e promove a saúde dos olhos, ajudando a manter uma visão saudável e prevenindo a perda de visão degenerativa;

shutterstock_58695538

Alimentos que devemos evitar: 

Diminuir o consumo de açúcares

Bolos, bolachas, refrigerantes, sumos concentrados, , chocolates, etc., já que estes enfraquecem o sistema imunitário.

Diminuir o consumo de lacticínios

Não sendo alcalino o nosso corpo gosta de manter um pH neutro, ou seja, nem muito alcalino e nem muito ácido. Produtos de origem animal, como os laticínios, tendem a deixar o pH do organismo mais ácido, fazendo com que nosso corpo esteja mais propenso a doenças, gripes e constipações pois um corpo com o pH ácido reduz as funções imunológicas.

O leite, devido à presença de caseína, também é responsável pela produçao de muco, congestionamento e inflamação.

Finalmente deve aproveitar os tempos livres para:

Descansar muito e relaxar porque fortalece o sistema imunitário.
O stresse e a falta de sono, são percursores comuns para o desenvolvimento de gripes e constipações.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s