Compostagem na escola – Cândida Ferraz

Cândida Ferraz, formadora em jardinagem e horticultura, aceitou o nosso convite para integrar o grupo de “Autores convidados” Dente de Leão.

A atividade que sugere para realizar em ambiente escolar é o processo de compostagem: reciclagem da matéria orgânica para produção de bio-fertilizante.

Propõe ainda dicas práticas para os professores e uma “sopa de letras” sobre a temática que podem consultar nas páginas 11 e 12 da 2.ª edição da magazine  publicada em Dezembro/2015.

Compostagem na escola

O que acontece aos restos da comida da cantina de todas as escolas? Para onde vão as cascas da fruta e dos legumes que comemos? E as folhas que caem no jardim?

Através da compostagem todos estes materiais podem ser reciclados e transformados em alimentos para as plantas da horta ou do jardim da escola. Como?

Quando fazemos compostagem estamos a reduzir a quantidade de material que vai para o aterro sanitário ao mesmo tempo que se produzes um fertilizante natural – o composto – que vai ajudar as plantas da horta e do jardim da escola a crescerem mais saudáveis.

O que vais precisar:

Vais precisar de um compostor, que podem ser construído pela turma, de tesouras de poda, para reduzir o tamanho de alguns materiais (ramos), de um ancinho e um regador.

Onde deves colocar o compostor?

O compostor deve ser colocado debaixo de uma árvore, para não apanhar muito calor durante o Verão nem muito frio durante o Inverno.

Como deves proceder?

É importante começar a recolher com uns dias de antecedência folhas secas e ramos no jardim. Deves colocar no compostor os diferentes tipos de materiais – os castanhos e os verdes – por camadas.

Os resíduos secos são os ramos das árvores e arbustos, relva seca, folhas. Os resíduos verdes sãos os restos de vegetais (cascas de fruta e legumes), cascas de ovos esmagadas, borras de café.

Não deves colocar restos de comida cozinhada, leite e laticínios, gorduras (manteiga, molhos), vidro, metal, plástico, medicamentos.

Vai colocando o material em camadas e não te esqueças de regar, para manter a humidade. Com a ajuda de um ancinho, revira a pilha de material, uma vez por semana, para permitir o arejamento.

Quando é que o composto está pronto?

Podes conseguir obter o composto passados 3-6 meses.

Onde posso usar o composto?

Podes usar o composto produzido na horta da tua escola, quando fizerem plantações de hortaliças e legumes ou no jardim, colocando à volta do tronco das árvores e dos arbustos. Também podes usar nos vasos estejam no interior da tua escola.

Agora que já te apercebeste que não é muito complicado fazer compostagem, propomos que avalies quais os materiais que podes colocar no compostor.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s