Com a chegada do novo ano letivo vem a mudança de rotinas, a adaptação a novos horários e, consequentemente, a mudança dos nossos hábitos alimentares. É importante definir estratégias para que esta mudança seja feita da melhor forma, não descurando a necessidade de continuar a ter uma alimentação equilibrada e saudável.

Quando as crianças deixam de ter uma alimentação feita exclusivamente em casa, as atenções voltam-se para a lancheira que levam para a escola. É muito importante que os alimentos colocados na lancheira garantam uma alimentação equilibrada, com todas as vitaminas e nutrimentos, que quem está em crescimento necessita.

Alguns alimentos que gostamos de colocar na lancheira, embora deliciosos, são ricos em calorias mas muito pobres em nutrientes. Vamos exemplificar:

Lancheira 1: Néctar + bolo 

Nesta lancheira temos um néctar de pêssego e um bolo com recheio de chocolate. É o exemplo de um lanche híper calórico e muito pouco interessante a nível nutricional. A palavra néctar, embora seja um termo apelativo e esteja conotado com algo bom, é uma bebida com apenas, aproximadamente, 20% de fruta e muito rica em açúcares livres.

Há varias alternativas saudáveis e nutritivas para colocar na lancheira, igualmente deliciosas e bastante mais baratas.

Lancheira 2: Laranja + pão integral com fiambre 

Nesta lancheira temos uma alternativa saudável e mais económica para o lanche. Incluímos a laranja, rica em vitamina C, importantíssima para a prevenção das doenças do inverno, como gripe e constipações, e rica em antioxidantes que previnem doenças crónicas. O pão integral é rico em cereais e fibras que ajudam ao bom funcionamento intestinal. A fatia de fiambre, apesar de ser um alimento processado, contém proteínas e vitaminas também elas importantes quando ingerido com moderação. Para acompanhar este lanche nada melhor para beber do que água natural. Sacia muito mais eficazmente a sede e prolonga a sensação de saciedade.